sábado, 23 de setembro de 2017

Diante do Tupi, Fortaleza decide hoje o acesso à Segunda Divisão

Fortaleza está há oito temporadas na Terceira Divisão nacional. Na partida de hoje, contra o Tupi, pode até perder por 1 a 0 que ainda garante o acesso à Série B TATIANA FORTES
Nos últimos oito anos, o torcedor do Fortaleza teve de se habituar a conviver com o tempo como um inimigo. O passar das folhas do calendário foram acompanhados da angústia da aproximação dos meses de setembro e outubro. Quando chegava o período do tal mata-mata da Série C do Campeonato Brasileiro, o sentimento se transformava em tristeza, frustração e, por vezes, raiva.

Hoje, às 20h30min, o time do Pici parte para mais um acerto de contas com o tempo. Desta vez, longe de casa, no interior mineiro. Em Juiz de Fora, contra o Tupi, o Fortaleza volta a decidir seu futuro. E como será o sentimento de seu torcedor a partir de amanhã. Na última semana, a sensação foi de leveza, embora ainda insustentável. A vitória por 2 a 0 no Castelão, há uma semana, até deu certa tranquilidade. Isso porque, nos 90 minutos que terá pela frente hoje, o Tricolor pode até perder por 1 a 0 para, enfim voltar à Série B nacional, que não frequenta desde 2009 e nunca esteve tão próxima.  


Mas, seja por cautela, superstição ou alma calejada de tanto bater sem entrar pela porta do acesso — esta é a quinta oportunidade no mata-mata —, o torcedor do Fortaleza reluta em adotar o discurso “deste ano não passa”.  

Em termos práticos, voltar à Série B representa para o time do Pici um incremento de pelo menos R$ 5 milhões em cotas de TV, maior visibilidade, e, por consequência, mais patrocínio e um elenco teoricamente melhor. Além de um maior número de jogos em casa e mais dinheiro com bilheteria e planos de sócio-torcedor. 

Uma bufunfa daquelas, mas que não paga o valor que é um torcedor ter de volta o orgulho próprio e a saída dos ombros de um peso de oito temporadas na Série C nacional. 

De tão importante, o jogo de hoje mobiliza não só torcedores do Fortaleza. Os do Ceará também devem acompanhar atentos após a partida do próprio Vovô, um pouco mais cedo, contra o Brasil de Pelotas. Se dividindo entre os que secam o rival em prol de mais um ano de chacotas e os que fingem indiferença. Sem esquecer, claro, dos abnegados “defensores do futebol cearense”, capazes de torcer  pelo sucesso do rival. 

De certa forma, a epopeia do Fortaleza na Série C do Campeonato Brasileiro fez parte do imaginário alencarino na atual década.  Até quem não é muito afeito a futebol parece aguardar o desfecho da saga tricolor, se ele de fato ocorrer hoje. Como quem espera o último capítulo da novela que sequer acompanhou com afinco, mas sabe quem são os personagens e a importância que um bom drama tem.

SÉRIE C 2017 
TUPI - TÉCNICO: AÍLTON FERRAZ 
3-5-2: Paulo Henrique, Patrick, Fernando, Edmário (Hélder); Afonso, Marcel, Leandro Brasília, Andrey, Bruno Santos; Ítalo e Romarinho
 FORTALEZA - TÉCNICO:ANT. CARLOS ZAGO
4-1-4-1: Marcelo Boeck, Felipe, Ligger, Adalberto e Bruno Melo; Anderson Uchoa, Pablo, Éverton e Leandro Lima; Hiago e Lúcio Flávio

Local: Estádio Mário Helênio, Juiz de Fora-MG
Data: 23/9/2017 Horário: 20h30min
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ) Assistentes: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

Transmissão: Rádio O POVO/CBN (FM 95,5 e AM 1.010); Transmissão em Tempo Real no Portal Esportes O POVO (www.opovo.com.br/esportes);
Esporte Interativo 
            
JOÃO MARCELO SENA

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

O QUE É ÍSSO? Ambulância é usada como Transporte Escolar na Zona rural de Lavras da Mangabeira

Estudantes da rede municipal de ensino de Lavras da Mangabeira iniciaram nesse segundo semestre letivo a utilização de um novo sistema de transporte escolar público.

A nova modalidade de transporte público municipal em Lavras chamou atenção dos pais, bem como dos estudantes, uma AMBULANCIA.

Alunos da Escola Municipal José Tomaz de Sousa, localizada no Sítio Alto, zona rural do Distrito Mangabeira estão a se utilizar desse novo modelo.
 
A denúncia chegou ao Vereador Flavio Torquato através de um vídeo caseiro, feito em um aparelho de celular, onde o deslocamento dos alunos naquela região do município está sendo realizado, utilizando-se de uma ambulância  tipo furgão, porém, entre os alunos, alguns se recusaram a serem transportados no veículo.  


O Vereador Flavio Torquato prometeu cobrar da Prefeitura Municipal de Lavras da Mangabeira através da Secretaria Municipal de Educação explicações e tomada de resolução para o caso. 



Ceará cria 4,9 mil empregos e lidera geração no NE; sinal de retomada

O Ceará fechou o mês de agosto com o terceiro melhor desempenho do país em relação ao número de novos postos de trabalho criados e o melhor do Nordeste. Foram adicionados 4.975 novas vagas de emprego, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (21) pelo Ministério do Trabalho (MTb).

Foram contabilizadas no Ceará 36.440 admissões e 31.465 desligamentos, o que significa um crescimento de 0,43% em relação ao estoque do mês de julho.

O bom desempenho do estado, de acordo com a pesquisa, foi resultado da geração de empregos nos setores de serviços, que registrou 1.702 novos postos (+0,35%); indústria de transformação, com 976 novas vagas (+0,42%); e agropecuária, com mais 900 postos a mais e melhor crescimento percentual (+3,67%).

Em relação aos municípios, Fortaleza teve o melhor desempenho, com o surgimento de mais 1.597 vagas. Seguem a lista Sobral, com acréscimo de 609 postos; Aracati, com 227; Limoeiro do Norte, com 213; e Juazeiro do Norte, com 183.


Brasil
Os maiores crescimentos nos números de vagas de emprego ocorreram em São Paulo, Santa Catarina, Ceará, Pernambuco e Paraíba. Dos 26 estados brasileiros e Distrito Federal, 19 tiveram saldo positivo. No total, o Brasil terminou agosto com acréscimo de 35.457 novos postos de trabalho, com crescimento de 0,09% em relação ao mês de julho.

O cálculo com resultado positivo do Caged em agosto mostra a diferença entre as 1.254.951 admissões e as 1.219.494 desligamentos. Houve um crescimento de 163.417 vagas de emprego formal no Brasil durante todo o ano de 2017, em relação ao estoque de dezembro de 2016. "Os números do Caged em agosto confirmam o processo de retomada gradual, mas firme e consistente da nossa economia, como resultado das medidas adotadas pelo governo para o País voltar aos trilhos do crescimento", disse o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Dos oito setores de atividade econômica, cinco registraram crescimento no nível de emprego em agosto. Houve aumento nos setores de serviços, indústria da transformação, comércio, construção civil e administração pública.


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Prefeitura de Ipaumirim dá calote e espera ajuda divina para pagar servidores

A secretária de Administração de Ipaumirim, Jucieuma Gouveia Correia, afirmou, nesta quinta-feira (21/07), que o município não tem recursos para pagar o salário atrasado dos servidores públicos. No texto, Jucieuma culpou o pagamento das férias dos professores, “que sobrecarrega ainda mais a dívida do município”, pela falta de recursos para pagar o salário atrasado de agosto a cerca de 60% dos servidores prejudicados.
A secretário diz ainda que a situação só será regularizada “se houver uma boa surpresa, vindo recursos além de nossas expectativas”. Jucieuma afirmou ainda que o pagamento do salário atrasado é “prioridade” na gestão do prefeito José Geraldo (PMDB), o mesmo que se recusou a receber os servidores ontem (20), quando foram até a Prefeitura para resolver a questão com o gestor. O ofício foi enviado à presidente do Sindicado dos servidores públicos do município, Terezinha Gonçalves.
Ocupação da Prefeitura
Em greve desde a última segunda-feira (18), os servidores de Ipaumirim foram à Prefeitura ontem (20), tentar negociar com o prefeito o pagamento do salário atrasado de agosto, mas não foram recebidos por José Geraldo. Em vez disso, receberam um ofício marcando uma reunião para o dia 29, sexta-feira da próxima semana. Insatisfeitos, os trabalhadores decidiram ocupar o prédio e passaram a noite no local. Segundo Terezinha, o movimento de greve está amparado pela lei, com 30% do efetivo trabalhando para garantir o funcionamento dos serviços.

Ministro Marco Aurélio indefere pedido de suspensão da emenda que extinguiu o TCM-CE

Ministro do STF - Marco Aurélio Mello
Após o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM-CE) ser oficialmente extinto no último mês de agosto com a publicação da emenda constitucional nº 92 no Diário Oficial do Estado, depois de sua aprovação na Assembleia Legislativa o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, indeferiu, na última segunda-feira (18), mais um pedido para que a medida fosse reconsiderada.

Protocolado pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), o pedido de apreciação de liminar requisitava a suspensão imediata dos efeitos da emenda que extinguiu o TCM-CE e declaração de inconstitucionalidade da mesma, algo prontamente indeferido pelo ministro do STF. "É impróprio determinar a suspensão de norma impugnada mediante decisão individual", informou Marco Aurélio Mello. Ainda conforme o ministro, somente uma decisão do Pleno do Supremo, com maioria absoluta dos votos (6), poderia culminar na suspensão da emenda. O assunto, diz em sua decisão, já estar pronto para entrar na pauta do STF, mas, segundo ratifica Marco Aurélio, tal decisão cabe somente à presidente do Tribunal, ministra Cármen Lúcia.

De acordo com o pedido da Atricon, a aprovação da emenda que extinguiu o TCM-CE ocorreu "em represália à atuação do Órgão na fiscalização de despesas e prestações de contas no âmbito dos Municípios do Estado do Ceará". A Associação alega, ainda, que houve "irregularidade no processo legislativo, de agrado por iniciativa parlamentar", uma vez que o tema teria que ser levantado somente pelo Tribunal de Contas local.

Servidores de Ipaumirim dormem na prefeitura em protesto contra salários atrasados

Cerca de 100 servidores municipais de Ipaumirim ocupam o prédio da prefeitura desde tarde desta quarta-feira (20). A ação é em protesto pelo atraso no repasse dos salários de diversos funcionários referente ao mês de agosto, e é organizada pelo Sindicato dos Servidores do Município.
“Nós não temos prefeito, ele se escondeu do povo; Ipaumirim está entregue às baratas”, disse um manifestante durante entrevista. A presidente do sindicato Terezinha Gonçalves afirmou que há atrasos do repasse em todas as secretarias e sustentou que os servidores irão ocupar a sede “até que haja pelo menos uma previsão do pagamento”.

SEM ACORDO
Ontem à tarde a Secretária de Administração Jucielma Gouveia enviou um ofício na tentativa de marcar uma reunião com os servidores para o dia 29 e discutir possíveis datas para o pagamento. A categoria não aceitou o acordo e diversos manifestantes passaram a noite em colchões improvisados nas dependências da prefeitura.
Em nota, o governo municipal informou que não há dinheiro em caixa suficiente para pagar a folha. O prefeito Dr. Geraldo (PMDB) não foi localizado para prestar esclarecimentos.

CÂMARA MUNICIPAL
Na tarde desta quinta (21), haverá sessão na Câmara Municipal de Ipaumirim.  O sindicato afirmou que os ocupantes irão participar dos trabalhos para “fazer pressão nos vereadores” e acelerar o processo de negociação.
A presidente da Câmara, Josefa Luciene (PMDB) disse que uma reunião com os servidores acontece ainda esta manhã para que sejam discutidas possíveis soluções para o problema.
Fonte: Ipaumirim.com

Luizianne admite Senado ao lado de Cid em 2018

Uma nova reaproximação política no Ceará pode estar perto de se concretizar.
O governador Camilo Santana (PT), o prefeito Roberto Cláudio (PDT) e o Ex-Governador Cid Gomes (PDT), articulam o segundo nome para compor com Cid as duas vagas na chapa para o Senado.
A deputada federal Luizianne Lins (PT) pode ser esse  nome. 
“Acho que o nosso partido precisa ocupar esse espaço”, defende Luizianne. Ela afirma que a prioridade seria do senador José Pimentel, mas admite que se ele não entrar na briga, colocará seu nome no páreo.
“Eu não fugiria a essa tarefa”, reforça a petista, defendendo que o PT mantenha essa posição e busque “ser protagonista” em 2018.
Nas entrelinhas, a ex-prefeita quer espaços para seu grupo, até porque, no pleito de 2014, chegou a ser tolhida na propaganda eleitoral, só tendo vez depois que apelou judicialmente.